Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

Certificações Java na Oracle

Como foi anunciado há alguns dias, a Oracle fez algumas mudanças nas certificações Java e Solaris que começam a valer a partir do próximo mês. Novo centro de certificações - Pearson VUE Uma das mudanças diz respeito ao centro que realiza as certificações: o novo centro será o Pearson VUE . Todas as certificações Sun passarão a ser oferecidas por esse centro a partir do dia 01/06/2011 . Mesmo quem já adquiriu vouchers com a Prometric deverá agendar as provas no novo centro a partir de 01/06. Os vouchers da Prometric serão aceitos até a data de seu vencimento. Com a mudança do centro, mudam também os códigos das provas, por isso, quem não agendou deve verificar os novos códigos, como por exemplo: (CX-310-019) Java SE 6, Certified Associate: 1Z0-850 (CX-310-065) Java SE 6, Programmer Certified Professional: 1Z0-851 (CX-310-083) Java EE 5, Web Component Developer Certified Professional: 1Z0-858 (CX-310-091) Java EE 5, Business Component Developer Certified Professional: 1Z0-860 O de

Geração de classes persistentes com a engenharia reversa no SpringRoo

Fechando uma série com 3 posts que descrevem algumas características do Spring Roo   para a camada de persistência, neste último post vou demonstrar como criar entidades persistentes a partir de uma base de dados relacional, utilizando engenharia reversa via o add-on DBRE (Database Reverse Engineering ) do Spring Roo. O diferencial do Roo, em relação a outras ferramentas de engenharia reversa, é a possibilidade de re-utilizar essa funcionalidade durante todo o ciclo de desenvolvimento, não se limitando apenas na fase inicial de codificação. Modelo de dados Vou usar o mesmo projeto demonstração dos outros dois posts, um CRUD de produtos, no MySQL com as seguintes tabelas: Projeto Roo Para experimentar a engenharia reversa do Spring Roo é interessante começar um projeto novo. A seguir, as instruções necessárias para montar o projeto: roo> project --topLevelPackage br.com.yaw.produtos roo> persistence setup --provider HIBERNATE --database MYSQL --databaseName roodb --h

Nova versão e modificações no AppEngine

Ontem como devem ter acompanhado, foi o início do Google IO , o evento anual de tecnologia promovido pelo Google. E dentro dos anúncios feitos ontem, alguns muito importantes para o AppEngine. Finalmente, após 3 anos, o Google AppEngine passará de um produto de 'Preview' para um produto realmente suportado(com SLA e suporte), e com um comprometimento maior do Google em mantê-lo. E também, não haverá mais a plataforma Google AppEngine for Business, que será integrada a plataforma atual. Dentre os anúncios se destacam: Nova versão do SDK, 1.5.0, que trará grandes novidades. Backends - Até a última versão, as aplicações eram gerenciadas pelo AppEngine através de instâncias com um ciclo de vida curto, que respondiam a quantidade de acessos/request de sua aplicação e através desta medida eram criadas ou finalizadas. Com esta nova funcionalidade, sua aplicação poderá criar instâncias com um período de vida mais longo, consumir mais memória e alocar processamento por tempo indete

Criação de consultas com o Spring Roo

No post Bastidores do Spring Roo: A camada de persistência descrevi como o Spring Roo cria e mantém a camada de persistencia de um aplicativo Java para Web, usando como exemplo um CRUD de Produtos. Porém, deixei de fora propositalmente, algumas funcionalidades interessantes do Roo ainda na área de persistência. Nesse post vou demonstrar como implementar funcionalidade de pesquisa em uma aplicação através do Spring Roo . O Spring Roo disponibiliza o comando finder para criar consultas via linha de comando , no shell. O finder gera toda estrutura necessária para implementar uma funcionalidade de pesquisa em uma entidade, desde o método Java com código JPA-QL , passando pela controller até chegar na página web. Demo: a entidade Produto Para testar essa funcionalidade do Roo, vou relembrar um trecho do exemplo usado no post anterior, a criação da entidade Produto. Os comandos a seguir são executados no shell do Roo para criar Produto com descrição e o valor : roo> entity --cl