Pular para o conteúdo principal

JavaMail: Enviando e-mail com Java

Introdução

Além da necessidade de envio de e-mail ser comum a várias aplicações, foi a pergunta de um aluno da Academia Java“Como enviar um e-mail com Java?”, que me motivou a escrever este post sobre JavaMail.

JavaMail

Para realizar o envio de e-mail por meio de uma aplicação Java, precisamos da biblioteca JavaMail, pois ela não é incluída no Java SE. A biblioteca está disponível em http://www.oracle.com/technetwork/java/index-138643.html.

Neste download, além da biblioteca mail.jar que inclui a implementação completa da API e providers, também é disponibilizada a documentação da biblioteca (javadoc) na pasta docs, alguns exemplos na pasta demo e partes da implementação em lib.

A forma mais simples de utilizar a JavaMail e incluir o mail.jar, porém para uma aplicação que só envia e-mail como o nosso exemplo, necessitamos apenas dos arquivos mailapi.jar e smtp.jar, economizando 177KB. Como a economia é pouca e as aplicações evoluem, vamos adicionar o mail.jar no classpath da aplicação.

Exemplo

Como o objetivo é realizar o envio de e-mail, precisamos configurar o servidor de envio (SMTP), para tanto vamos criar um objeto java.util.Properties , e adicionar a propriedade "mail.host" com o servidor que será utilizado para envio:
//o valor "smtp.host.com.br" deve ser alterado para o seu servidor SMTP
props.put("mail.host","smtp.host.com.br"); 
Para ter acesso ao provider de envio de email, vamos obter um objeto javax.mail.Session, por meio do método estático getDefaultInstance passando o objeto props com a configuração do servidor SMTP:
Session session = Session.getDefaultInstance(props);
Agora vamos criar uma mensagem javax.mail.internet.MimeMessage vazia, com o construtor que recebe um objeto do tipo javax.mail.Session:
MimeMessage message = new MimeMessage(session);
Para configurar os endereços de remetente (from) e de destinatário (to) da mensagem, vamos criar dois objetos javax.mail.internet.InternetAddress e configurar o objeto message, conforme segue:
Address from = new InternetAddress("remetente@host.com");
Address to = new InternetAddress("destinatario@host.com");
message.setFrom(from);
message.addRecipient(RecipientType.TO, to);
Para configurar o endereço do remetente da mensagem, utilizamos o método setFrom e para configurar o destinatário utilizamos o método addRecipient, que pode ser chamado diversas vezes para encaminhar a mensagem para vários destinatários, este método recebe, além do endereço (segundo parâmetro), o primeiro parâmetro com um RecipientType, para configurar o destinatário “para” utilizamos o RecipientType.TO, “com cópia” e “com cópia oculta” utilizamos RecipientType.CC e RecipientType.BCC respectivamente.

Então realizar a configuração da data de envio, por meio do método setSentDate, do assunto, por meio do método setSubject e do texto da mensagem, setText conforme segue:
message.setSentDate(new Date());
message.setSubject("Assunto da mensagem");
message.setText("Texto da mensagem"); 
O método setSentDate configura o cabeçalho “Date” da mensagem, se a data não for configurada, o referido cabeçalho não será enviado.

Agora que a mensagem esta pronta, vamos utilizar enviar utilizando o método estático send da classe javax.mail.Transport:
Transport.send(message);
MailSender.java

Segue o código completo da classe que envia um e-mail.
package br.eti.castro.blog.samples.email;
//imports omitidos
public class MailSender {
 //o tratamento de excessoes foi simplificado (throws AddressException, MessagingException)
 //para facilitar o entendimento do exemplo
 public static void main(String[] args) throws AddressException, MessagingException {
  //objeto para definicao das propriedades de configuracao do provider
  Properties props = new Properties();
  //o valor "smtp.host.com.br" deve ser alterado para o seu servidor SMTP
  props.put("mail.host","smtp.host.com.br"); 
  //obtendo um Session com a configuração 
  //do servidor SMTP definida em props
  Session session = Session.getDefaultInstance(props);
  //criando a mensagem
  MimeMessage message = new MimeMessage(session);
  //substituir pelos e-mails desejados
  Address from = new InternetAddress("remetente@host.com");
  Address to = new InternetAddress("destinatario@host.com");
  //configurando o remetente e o destinatario
  message.setFrom(from);
  message.addRecipient(RecipientType.TO, to);
  //configurando a data de envio,  o assunto e o texto da mensagem
  message.setSentDate(new Date());
  message.setSubject("Assunto da mensagem");
  message.setText("Texto da mensagem!");
  //enviando
  Transport.send(message);
 }
}
Isso é o que você precisa para enviar uma mensagem com Java, porém é necessário cuidado com a utilização deste código em laços de repetição, ou seja, enviar uma grande quantidade de mensagens em um curto de período de tempo, pois seu endereço, domínio ou IP podem cair em uma balcklist, e seus e-mails serem classificados como SPAM.

Afinal, você gosta de SPAM? ... nem EU! J

Até mais!
Marcelo de Castro
http://blog.castro.eti.br
http://twitter.com/mcastroinfo
http://www.globalcode.com.br/instrutores/MarceloCastro
Outros posts: http://blog.globalcode.com.br/search/label/MarceloCastro

Comentários

Flavio Horita disse…
Implementei da forma com que voce explicou

Entretanto o segunte erro apareceu:
"java.lang.NoClassDefFoundError : javax/mail/Address"

Meu manifest, classpath esta tudo certo!

ja teve esse erro?
Jackson Emmerich disse…
Deve estar faltando uma biblioteca.
Só que eu também não sei qual é?
Alguém sabe qual é?
Unknown disse…
Flavio,
Apesar de você dizer que seu classpath está correto, mas devido ao erro apresentado, acredito que você compilou com o classpath configurado corretamente, porém na execução a biblioteca mail.jar (onde encontramos a classe javax.mail.Address e outras utilizadas) não está devidamente configurada no classpath.
Exemplos:
Compilando
javac -cp caminhoDoJar/mail.jar;. br/eti/castro/blog/samples/email/MailSender.java
Executando
java -cp caminhoDoJar/mail.jar;. br.eti.castro.blog.samples.email.MailSender

Espero que ajude

Qualquer dúvida estou a disposição
Marcelo de Castro
Unknown disse…
Jack,

É isso mesmo, na hora da execução a classe javax.mail.Adress não foi encontrada por não estar no classpath. Esta classe e outras que utilizamos estão na biblioteca mail.jar.

Abraços
Renan Rodrigues disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse…
Muito bom! pena que excluíram este item da ACADEMIA JAVA WEB; em 2h no máximo daria pra explicar e exemplificar, muito útil envio de e-mail
Anônimo disse…
Recebo esse erro ao enviar o email:

DEBUG: setDebug: JavaMail version 1.5.3
DEBUG: getProvider() returning javax.mail.Provider[TRANSPORT,smtp,com.sun.mail.smtp.SMTPTransport,Oracle]
DEBUG SMTP: need username and password for authentication
DEBUG SMTP: useEhlo true, useAuth true
DEBUG SMTP: trying to connect to host "smtp.gmail.com", port 587, isSSL false
Exception in thread "main" java.lang.RuntimeException: com.sun.mail.util.MailConnectException: Couldn't connect to host, port: smtp.gmail.com, 587; timeout -1;
nested exception is:
java.net.SocketException: Permission denied: connect
at projekt.JavaMail.main(JavaMail.java:55)
Caused by: com.sun.mail.util.MailConnectException: Couldn't connect to host, port: smtp.gmail.com, 587; timeout -1;
nested exception is:
java.net.SocketException: Permission denied: connect
at com.sun.mail.smtp.SMTPTransport.openServer(SMTPTransport.java:2054)
at com.sun.mail.smtp.SMTPTransport.protocolConnect(SMTPTransport.java:697)
at javax.mail.Service.connect(Service.java:386)
at javax.mail.Service.connect(Service.java:245)
at javax.mail.Service.connect(Service.java:194)
at javax.mail.Transport.send0(Transport.java:253)
at javax.mail.Transport.send(Transport.java:124)
at projekt.JavaMail.main(JavaMail.java:50)
Caused by: java.net.SocketException: Permission denied: connect
at java.net.DualStackPlainSocketImpl.connect0(Native Method)
at java.net.DualStackPlainSocketImpl.socketConnect(DualStackPlainSocketImpl.java:79)
at java.net.AbstractPlainSocketImpl.doConnect(AbstractPlainSocketImpl.java:345)
at java.net.AbstractPlainSocketImpl.connectToAddress(AbstractPlainSocketImpl.java:206)
at java.net.AbstractPlainSocketImpl.connect(AbstractPlainSocketImpl.java:188)
at java.net.PlainSocketImpl.connect(PlainSocketImpl.java:172)
at java.net.SocksSocketImpl.connect(SocksSocketImpl.java:392)
at java.net.Socket.connect(Socket.java:589)
at java.net.Socket.connect(Socket.java:538)
at com.sun.mail.util.SocketFetcher.createSocket(SocketFetcher.java:329)
at com.sun.mail.util.SocketFetcher.getSocket(SocketFetcher.java:236)
at com.sun.mail.smtp.SMTPTransport.openServer(SMTPTransport.java:2020)
... 7 more
Java Result: 1


Peguei um código de outra página e as informações batem com aqui.
Por estar dentro da rede da minha empresa, eu add o endereço de proxy(não o ip, o endereço) e a porta mas não conecta.
Penso que seja devido ao firewall correto???

Unknown disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse…
Bruno

O problema está na autenticação com o servidor smtp do Gmail:
java.net.SocketException: Permission denied: connect

Segue um trecho com o uso de Authenticator:

private Session getGmailSession() {
Authenticator authenticator = new Authenticator();

Properties properties = new Properties();
properties.setProperty("mail.smtp.submitter", authenticator
.getPasswordAuthentication().getUserName());
properties.setProperty("mail.smtp.auth", "true");
properties.setProperty("mail.smtp.host", type.mailHost);
properties.setProperty("mail.smtp.port", type.port);
properties.put("mail.smtp.socketFactory.port", type.port);
properties.put("mail.smtp.socketFactory.class", SSL_FACTORY);
properties.put("mail.smtp.socketFactory.fallback", "false");

return Session.getInstance(properties, authenticator);
}

private class Authenticator extends javax.mail.Authenticator {
private PasswordAuthentication authentication;

public Authenticator() {
authentication = new PasswordAuthentication(type.username, type.password);
}

protected PasswordAuthentication getPasswordAuthentication() {
return authentication;
}
}

Postagens mais visitadas deste blog

Saiba como programar para Arduino sem ter nenhum hardware disponível

O Arduino já é uma tecnologia muito difundida entre os amantes de tecnologia. É difícil encontrar um profissional da computação que não brincou um pouco com esta ferramenta de prototipagem ou, que gostaria de fazer isso. Porém, em alguns casos, o programador quer conhecer o arduino mas não dispõe de nenhum hardware, nem mesmo da placa. Como isso poderia ser resolvido? A primeira resposta seria aquela mais simples e direta: ir as compras. Isso pode ser feito em uma loja física ou pela internet. No meu caso, por exemplo, tive a felicidade de encontrar em um site (não me lembro qual) um kit arduino, com um conjunto de sensores e um DVD com 41 vídeo aulas. Mas digamos que o profissional não esteja passando por um bom momento financeiro, ou ainda, simplesmente não queira comprar o Arduino sem antes conhecê-lo um pouco melhor. Para a última situação também já existe uma resposta, e diga-se de passagem, uma excelente resposta. Trata-se do site 123D Circuits.io . Depois de criar seu u

Entendendo como funciona a programação de computadores: linguagens de programação, lógica, banco de dados

Nesse post, diferente dos últimos que foram mais enfáticos nas experiências com tecnologias, vou focar um pouco mais nos profissionais que estão começando, ou pretendem ingressar na área de desenvolvimento de software, falando sobre conceitos fundamentais relacionados a programação em geral . Mercado de trabalho para programação Conforme já sabemos, o mercado de desenvolvimento de software, especialmente no Brasil, continua em franca expansão, sendo que cada vez mais as empresas buscam desenvolver seus próprios sistemas usando as mais diferentes e novas tecnologias. Algumas matérias interessantes: As seis profissões mais valorizadas em 2010 no IDG Now! Muitas vagas e sensação de reaquecimento da economia Por isso, a área de desenvolvimento de software tem despertado interesse em muitos profissionais de outras áreas que desejam mudar de profissão, já que as oportunidades de trabalho tendem a ser maiores. Esse é um perfil presente em muitos dos clientes da Globalcode que acabou m

JSON fácil em Java com GSon !

Ola pessoal ! O formato JSON ( J ava S cript O bject N otation) vem se consagrando cada vez mais na comunicação de dados, principalmente nos dispositivos móveis devido a esse formato ser mais leve que o XML e também mais legível. Uma prova disso são as inúmeras bibliotecas que existem para manipular esse formato, e no caso do Android, o suporte ao JSON é nativo. Mas apesar de ter esse suporte nativo, algumas operações devem ser feitas manualmente e o código acaba ficando um pouco verboso e repetitivo, já que para cada objeto que se deseja transmitir é necessário fazer um método que lê as propriedades do JSON e faz as devidas atribuições no seu objeto Java. Vamos supor o seguinte objeto sendo transmitido em JSON: {   user: {     id: 123456,     name: "Neto Marin",     username: "netomarin",     email: "netomarin@globalcode.com.br"   } } Se você fosse tratar um Webservice que envia esse JSON para o seu aplicativo Android, além de criar a o