Pular para o conteúdo principal

JavaFx: Flexibilidade na manipulação de String

Quando começamos a estudar uma nova linguagem é comum brincarmos com a impressão de textos, o clássico Hello World. O objetivo desse post é explorar características do tipo String no JavaFx a partir da definição de literais, concatenação de strings, o uso de expressões para atribuição de valores até o mecanismo nativo de internacionalização. No fim do post o leitor pode ter uma ideia de como o JavaFx torna flexível o uso java.lang.String.

JavaFx a Linguagem
Linguagem que compõe a Plataforma JavaFx mantida pela Oracle para a construção de aplicativos RIA para Desktop, Mobile e TV. É uma linguagem de Script, compilada, que roda sob a JVM, mais nova e com uma cara bem diferente do Java com a proposta de tornar o desenvolvimento RIA mais interessante.


O conteúdo de uma string pode ser definido com aspas duplas - da mesma forma que o Java - ou usando aspas simples:
println('Aspas simples');
println("Aspas duplas");
Outra característica similar ao Java, é a possibilidade de utilizar caracteres de escape, a seguir um exemplo do \t fazendo a tabulação no conteúdo:
println("Usando caracteres de escape: \ttab");
Aspas simples podem ser usadas com aspas duplas ou vice-versa, sem a necessidade do \' veja:
println("Tudo 'junto' e misturado!");  //imprime: Tudo 'junto' e misturado!
Um exemplo de string definido a partir de caracteres unicode:
// imprime:  こんにちは、世界!
println("\u3053\u3093\u306b\u3061\u306f\u3001\u4e16\u754c\uff01");

Value Type
O tipo String é considerado Value Type, ou seja o conteúdo é imutável (qualquer manipulação gera um novo objeto) e o valor default de uma variável desse tipo é diferente de null.

No próximo trecho um exemplo de uma variável sem inicialização, com valor default:
var s: String;
println(s.equals(""));  // imprime: true

String-expression
Uma alternativa mais inteligente e leve para concatenar strings através de { }. Com essa funcionalidade o código p/ mapeamento de queries (JDBC/JPA) no Java seria bem mais elegante!

Veja exemplos:
def nome = "Claudia";
println('Bem-vindo(a) {nome}'); //imprime: Bem-vindo(a) Claudia 

// repare que na quebra de linha ñ foi necessario o uso de +
def sql = "select * from clientes c "
          "where c.nm like '{nome}'%";

A concatenação é definida em tempo de compilação. Outro detalhe sobre expression é a opção de vincular uma condição ao conteúdo da string, a semântica parecida com o operador ternário do Java.
println("Bem-vindo(a) { if (not nome.equals('')) nome else 'Desconhecido' }!");

Simplicidade em aplicar formatação é mais uma caracterísitica de string-expression, veja exemplo de com data e um número:
println("Hoje: {%tA java.util.Date{}}"); // tA formata o nome do dia

var valor = 285.3668;
println("Total a debitar: {%.2f valor}"); // imprime: Total a debitar: 285,37

i18n / String localization
O JavaFx adota um mecanismo nativo para interpretar strings através de chaves e valores mapeados em arquivo properties, de uma forma bem simples sempre que double hash ## for usado o fx processa o conteúdo como um chave.

A seguir um exemplo de como acessar a chave 'Mensagem Inicial' dentro de um script JavaFx, assumindo que o arquivo Teste.fx, essa chave deveria ser mapeada no arquivo Teste_pt_BR.fxproperties no mesmo diretório (pacote) do script fx. O sufixo pt_BR indica o locale da máquina, isso pode ser configurado via código, assumindo a escolha do usuário por exemplo.
//codigo JavaFx - Teste.fx
println(##"Mensagem Inicial");  // imprime: Bem-vindo(a)
A seguir o conteúdo no arquivo properties, repare que ambas chave e valor  são definidas entre "":
"Mensagem Inicial"="Bem-vindo(a)"
Caso o chave não exista, o JavaFx imprime o valor 'Mensagem Inicial'. Uma opção seria definir a chave c/ [] informando o valor default, usado caso a chave não seja encontrada.
Veja o exemplo:
println(##[Outra Mensagem]"Mensagem com valor default");


Acesse o site principal da platataforma e veja mais sobre o JavaFx: http://javafx.com

Na Globalcode temos um mini-curso e Hands-on de JavaFx.


[]s
Eder Magalhães
www.yaw.com.br
twitter.com/youandwe
twitter.com/edermag

Comentários

Marcelo Cuin disse…
Olá, gostaria de divulgar nosso blog sobre JavaFX. www.javafx.com.br
Abraços...

Postagens mais visitadas deste blog

Saiba como programar para Arduino sem ter nenhum hardware disponível

O Arduino já é uma tecnologia muito difundida entre os amantes de tecnologia. É difícil encontrar um profissional da computação que não brincou um pouco com esta ferramenta de prototipagem ou, que gostaria de fazer isso. Porém, em alguns casos, o programador quer conhecer o arduino mas não dispõe de nenhum hardware, nem mesmo da placa. Como isso poderia ser resolvido? A primeira resposta seria aquela mais simples e direta: ir as compras. Isso pode ser feito em uma loja física ou pela internet. No meu caso, por exemplo, tive a felicidade de encontrar em um site (não me lembro qual) um kit arduino, com um conjunto de sensores e um DVD com 41 vídeo aulas. Mas digamos que o profissional não esteja passando por um bom momento financeiro, ou ainda, simplesmente não queira comprar o Arduino sem antes conhecê-lo um pouco melhor. Para a última situação também já existe uma resposta, e diga-se de passagem, uma excelente resposta. Trata-se do site 123D Circuits.io . Depois de criar seu u

Entendendo como funciona a programação de computadores: linguagens de programação, lógica, banco de dados

Nesse post, diferente dos últimos que foram mais enfáticos nas experiências com tecnologias, vou focar um pouco mais nos profissionais que estão começando, ou pretendem ingressar na área de desenvolvimento de software, falando sobre conceitos fundamentais relacionados a programação em geral . Mercado de trabalho para programação Conforme já sabemos, o mercado de desenvolvimento de software, especialmente no Brasil, continua em franca expansão, sendo que cada vez mais as empresas buscam desenvolver seus próprios sistemas usando as mais diferentes e novas tecnologias. Algumas matérias interessantes: As seis profissões mais valorizadas em 2010 no IDG Now! Muitas vagas e sensação de reaquecimento da economia Por isso, a área de desenvolvimento de software tem despertado interesse em muitos profissionais de outras áreas que desejam mudar de profissão, já que as oportunidades de trabalho tendem a ser maiores. Esse é um perfil presente em muitos dos clientes da Globalcode que acabou m

JSON fácil em Java com GSon !

Ola pessoal ! O formato JSON ( J ava S cript O bject N otation) vem se consagrando cada vez mais na comunicação de dados, principalmente nos dispositivos móveis devido a esse formato ser mais leve que o XML e também mais legível. Uma prova disso são as inúmeras bibliotecas que existem para manipular esse formato, e no caso do Android, o suporte ao JSON é nativo. Mas apesar de ter esse suporte nativo, algumas operações devem ser feitas manualmente e o código acaba ficando um pouco verboso e repetitivo, já que para cada objeto que se deseja transmitir é necessário fazer um método que lê as propriedades do JSON e faz as devidas atribuições no seu objeto Java. Vamos supor o seguinte objeto sendo transmitido em JSON: {   user: {     id: 123456,     name: "Neto Marin",     username: "netomarin",     email: "netomarin@globalcode.com.br"   } } Se você fosse tratar um Webservice que envia esse JSON para o seu aplicativo Android, além de criar a o