Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2009

Devo fazer um curso ou ler um livro?

Acredito que todos os instrutores ou professores, independentemente da área, escola ou centro de treinamento, já devam ter recebido essa pergunta alguma vez na vida: devo fazer um curso ou ler um livro? Para responder a essa pergunta, precisamos avaliar os prós e contras de cada opção. Trabalho com treinamento há algum tempo e, hoje, recebi essa pergunta de um aluno. Não adianta responder a ou b sem argumentar, demonstrando as opções conforme a situação do aluno. O conteúdo, a forma de transmissão e a capacidade de assimilação do indivíduo são chaves para haver benefício maior de aprendizado. Tanto em um bom curso quanto em um bom livro, o conteúdo é a premissa básica . Por conteúdo entendemos: se está organizado; se respeita pré-requisitos; se promove o aprendizado guiado e incremental; se aborda de forma satisfatória os principais pontos; se tem bom balanço entre teoria, exemplos e prática (favorecendo exemplos e prática); se tem como premissa a acessibilidade possível (e cabível) pa

GWT e o desenvolvimento Web

Quando desenvolvemos para este novo mundo velho chamado internet ou Web, muitas vezes deixamos de lado o principal envolvido: o navegador. Mas desde que a Netscape introduziu linguagem de script e a Microsoft criou componente de requisição assíncrona ao servidor, surgiu uma das palavras que mais causaram barulho nos últimos anos: AJAX, ou seja: Javascript + DHTML = navegador mais inteligente, ou ainda, a volta do conceito de Network Computer, que hoje é elegantemente chamado computação na nuvem, o que deixa muitas pessoas com a cabeça nublada. Com a introdução do V8 no Google Chrome, do TraceMonkey no Firefox e do Nitro no Safari, temos javascript  com, praticamente, as mesmas características que potencializam a performance da Tecnologia Java: JIT (compilador em tempo real para código de máquina) e Garbage Collector. Nisso, o V8 vai mais além com a geração de classes para cada objeto modificado (criando forte tipagem virtual). Motivos pelos quais, esses navegadores têm posição tão for