Pular para o conteúdo principal

Hackeando o Prezi com Robot, Socket e Android



O Prezi é uma ferramenta online para construção de apresentação multimídia semelhante ao famoso Power Point, porém, através de templates prontos e animações bem trabalhadas, o Prezi consegue dar uma dinâmica e uma qualidade visual muito maior.

Mas mesmo com toda esta propaganda inicial me sentia desconfortável com uma situação do Prezi: necessitaria estar perto do computador ou do notebook para ficar trocando os slides, quer dizer, dando mais um passo na animação construída na ferramenta. Isso pesa muito quando temos um descendente de italiano (meu caso) que fala muito com as mãos e não consegue ficar parado durante a palestra.

Desta forma decidi “hackear” o Prezi. Vale dizer que este termo é confundido com o termo “Crakear”, que, neste caso, quer dizer pessoas que invadem ou roubam dados digitais com objetivo de destruir sistemas ou de obter lucro de forma ilícita. O Hacker é o “nerd do bem”!.

Inicialmente tentei mudar o aplicativo que podemos baixar do Prezi e passar a ter a apresentação off-line. Mas, logo de cara vi uma pasta com o nome “Adobe AIR”. Fazendo uma pesquisa na Wikipedia encontrei esta excelente descrição: Adobe Integrated Runtime, também conhecido como Adobe AIR e inicialmente chamado de Apollo, é um programa multiplataforma de ambiente tempo de execução desenvolvida pela Adobe Systems para construir aplicações de Internet Rica usando Adobe Flash, Adobe Flex, HTML, ou AJAX.

Fiquei um pouco desanimado pelo pouco tempo que tinha para fazer este “hacking” e pelo fato de ser iniciante nas tecnologias utilizadas pelo AIR. Então pensei: Poderia hackear o sistema operacional e simular o clique do botão físico esquerda e botão físico direita.

Seguindo por este caminho obtive êxito, isso porque logo encontrei um artigo chamado “Robot, O que é isso?”, publicado no blog “Java Simples”. Esta classe simula eventos do teclado e do mouse, ou seja, simplesmente TUDO o que estava precisando.  Logo tinha o código Java que simulava a esquerda e direita do teclado:

Robot robot = new Robot();
robot.delay(500);
if (recebeu.equals("vai")){
robot.keyPress(KeyEvent.VK_RIGHT);
} else {
robot.keyPress(KeyEvent.VK_LEFT);
}

Mas um grande problema ainda persistia. Não conseguiria fazer isso a distância. Esta questão foi mais fácil de resolver, pelo seguinte fato: Java tem uma grande competência em lidar com a pilha de protocolos TCP/IP, então, logo pensei em Socket. E o problema da rede não era empecilho porque tenho um roteador wi-fi e na grande maioria dos eventos que palestro tem rede sem fio. E como Android é Java, também usaria Socket.

Para quem não conhece socket, é uma comunicação ponto a ponto onde temos um servidor e um ou mais clientes. O servidor terá um número ip e escuta em uma das 65.356 portas disponíveis no protocolo TCP/IP.

Então consegui construir o server socket que recebe o comando e vai mudar a animação no Prezi. Claro que este deve estar aberto. Vejam o código:

public class ServerSocket {

    public static void main(String[] args) {
        OutputStreamWriter output;
        BufferedWriter writer;
       
        BufferedReader leitorLinhas;
        InputStreamReader leitorCaracteres;
        InputStream leitorSocket;
       
        try {
            ServerSocket server = new ServerSocket(8080);

            while (true){
                Socket s = server.accept();
                System.out.println(server.getInetAddress());
                leitorSocket = s.getInputStream();
                leitorCaracteres = new InputStreamReader(leitorSocket);
                leitorLinhas = new BufferedReader(leitorCaracteres);
                String recebeu = leitorLinhas.readLine();
                               
                Robot robot = new Robot();
                robot.delay(500);
                if (recebeu.equals("vai")){
                    robot.keyPress(KeyEvent.VK_RIGHT);
                } else {
                    robot.keyPress(KeyEvent.VK_LEFT);
                }
            }
        } catch (Exception ex) {
            System.out.println(ex.getMessage());
        }
    }
}

O cliente socket precisará enviar o texto vai para animar progressivamente a apresentação no Prezi ou, qualquer outro texto, como “volto” para retroceder na animação.

O layout da aplicação Android é muito simples e feio. Apenas com dois botões para passar a animação, um cronômetro e uma caixa de texto para inserir o endereço ip do server socket.

<LinearLayout xmlns:android="http://schemas.android.com/apk/res/android"
    xmlns:tools="http://schemas.android.com/tools"
    android:layout_width="match_parent"
    android:layout_height="match_parent"
    android:orientation="vertical">

    <LinearLayout
        android:layout_width="match_parent"
        android:layout_height="wrap_content"
        android:layout_weight="0.5" >

        <Button
            android:layout_width="0dp"
            android:layout_height="match_parent"
            android:layout_weight="0.5"
            android:onClick="volta"
            android:text="Trás"
            android:textSize="30sp" />

        <Button
            android:layout_width="0dp"
            android:layout_height="match_parent"
            android:layout_weight="0.5"
            android:onClick="vai"
            android:text="Frente"
            android:textSize="30sp" />

    </LinearLayout>

    <Chronometer
        android:textSize="50sp"
        android:layout_gravity="center_horizontal"
        android:gravity="center_horizontal"
        android:id="@+id/crono"
        android:layout_width="match_parent"
        android:layout_height="wrap_content"
        android:text="Chronometer" />

    <EditText
        android:layout_gravity="center_horizontal"
        android:gravity="center_horizontal"
        android:id="@+id/ip"
        android:layout_width="match_parent"
        android:layout_height="wrap_content" />
</LinearLayout>

Observação: Como o artigo não pode ser muito longo, não vou colocar explicação detalhadas sobre os códigos, porém, sintam-se a vontade para tirarem as possíveis dúvidas nos comentários deste artigo.

Já na parte do código Java referente ao aplicativo Android o resultado final foi este:

public class ClientSocketPrezi extends Activity{
                private Chronometer crono;   
                private EditText edtIp;
               
                protected void onCreate(Bundle savedInstanceState) {
                               super.onCreate(savedInstanceState);
                               setContentView(R.layout.activity_main);
                              
                               crono = (Chronometer) findViewById(R.id.crono);
                               crono.start();
                              
                                edtIp = (EditText) findViewById(R.id.ip);
                }
               
                public void vai (View v){
                               new Assincrono().execute("vai");
                }
               
               
                public void volta (View v){
                               new Assincrono().execute("volta");
                }

                class Assincrono extends AsyncTask<String, Void, String>{
                              
                                protected String doInBackground(String... params) {
                                        BufferedWriter escritorLinhas;
                                        OutputStreamWriter escritorCaracteres;
                                        OutputStream escritorSocket;
                       
                                        Socket s;
                                               try {
                                                               s = new Socket(edtIp.getText().toString(), 8080);
                                                              
                                                               escritorSocket = s.getOutputStream();
                                                               escritorCaracteres = new OutputStreamWriter(escritorSocket);
                                                               escritorLinhas = new BufferedWriter(escritorCaracteres);
                                                               escritorLinhas.write(params[0]);
                                                               escritorLinhas.flush();
                                                               escritorLinhas.close();
                                                              
                                       s.close();
                                       return "foi";                            
                                               } catch (UnknownHostException e) {
                                                               return "UnknownHostException: ";
                                               } catch (IOException e) {
                                                               return "IOException: "+e;
                                               }
                               }
                              
                }

}

Os códigos marcados com negrito são os principais pontos neste código. Os métodos vai e volta foram marcados no xml como responsáveis por responderem a ação de clique nos botões com as respectivas ações. Cada um deles aciona a classe AsyncTask passando o texto correspondente a ação desejada.

No método doInBackground, de implementação obrigatória, criamos o cliente socket com o número ip digitado no EditText , escrevemos a ação desejada no OutputStreamWriter e enviados ao servidor que, já deve estar rodando no servidor e escutando na porta configurada.

Conclusão e Futuro

Depois destes código seu aplicativo já está pronto para ser testado. Quem participou do 3º Connecting Knowledge, evento promovido pelo Things Hacker Team, que ocorreu no dia 19/12 na sede da Intel em São Paulo e assistiu minha palestra, pode perceber que esteva utilizando a aplicativo com um adicional: acionamento das animações pelo sensor do rotação do tablete, e mais, como estava só com rede local, não mostrei, mas já tem controle via voz, via redes sociais e via toque musicais.

Quem ver mais sobre estes controles avançados? Existem três opções: assistir o próximo evento do Things Hacker Team, me convidar pra palestrar  (hehehe...) ou aguardar futuros artigos.

Obrigado pela leitura.

Comentários

Evandro Gaio disse…
Quando a necessidade de algo diferente aparece na nossa frente, fazemos o possível para conseguir alcançar este objetivo. Gostei das providencias tomadas.
Evandro Barroso Gaio @ebgaio
Yara Senger disse…
Bem legal! Parabens!
lorduakiti disse…
Realmente é bem interessante a solução que você criou porém não seria mais fácil usar um mouse bluetooth?

Postagens mais visitadas deste blog

PrimeFaces com JSF2 no ScrumToys

O JSF traz um grupo de componentes visuais prontos, a partir da versão 2.0 com suporte a Ajax nativo! Melhor que isso é a possibilidade de customizar ou utilizar uma suíte de componentes prontos para "turbinar" o projeto com o minimo de esforço. PrimeFaces é uma suite de componentes JSF customizados, a maioria com suporte a ajax, conta com um Kit para desenvolvimento mobile, é open source, a documentação é razoável, facíl de instalar e usar. Nesse exemplo utilizo o PrimeFaces 2.0.0, versão com suporte a JSF 2, no ScrumToys. Conheçe o ScrumToys ? ScrumToys é um Projeto Exemplo para JavaServer Faces 2.0 dentro do NetBeans 6.8, criado e mantido pelo time da Globalcode. É interessante que você tenha o NetBeans 6.8 para fazer esse exemplo, senão tiver baixe aqui . Baixe também, aqui , o PrimeFaces e o configure no NetBeans como biblioteca para o ScrumToys. Inicialmente o PrimeFaces requer a runtime JSF, mas isso pode variar dependendo de quais componentes você utilize, mai

Seja um Palestrante do TDC Connections 2022

A Equipe TDC está muito feliz e orgulhosa em começar mais uma jornada de eventos em 2022 e criar muitas oportunidades! Agora, chegou o momento para você que sempre quis ser palestrante mas não teve oportunidade, e também de quem já é palestrante experiente, e está ansioso para compartilhar aquela nova prática ou caso de sucesso fresquinho, submeter sua palestra para o TDC Connections e co-criar conosco o maior evento de desenvolvedores do Brasil.  Link de inscrição: https://cfp-conn.thedevconf.com.br/?_ga=2.103579840.1386204218.1643036190-1988609034.1631800014 Confira aqui o calendário do TDC 2022. Nesta edição teremos muitas novidades e você poderá palestrar de forma Online ou Presencial! Entenda como vai funcionar o TDC CONNECTIONS: Nesta edição, além de todo o conteúdo dividido em Trilhas transmitidas ao vivo (13 trilhas simultâneas) também teremos dois eventos híbridos em Recife e Belo Horizonte, que terão uma trilha por dia, ao vivo, para um público limitado, seguindo protocolo

Entendendo como funciona a programação de computadores: linguagens de programação, lógica, banco de dados

Nesse post, diferente dos últimos que foram mais enfáticos nas experiências com tecnologias, vou focar um pouco mais nos profissionais que estão começando, ou pretendem ingressar na área de desenvolvimento de software, falando sobre conceitos fundamentais relacionados a programação em geral . Mercado de trabalho para programação Conforme já sabemos, o mercado de desenvolvimento de software, especialmente no Brasil, continua em franca expansão, sendo que cada vez mais as empresas buscam desenvolver seus próprios sistemas usando as mais diferentes e novas tecnologias. Algumas matérias interessantes: As seis profissões mais valorizadas em 2010 no IDG Now! Muitas vagas e sensação de reaquecimento da economia Por isso, a área de desenvolvimento de software tem despertado interesse em muitos profissionais de outras áreas que desejam mudar de profissão, já que as oportunidades de trabalho tendem a ser maiores. Esse é um perfil presente em muitos dos clientes da Globalcode que acabou m

JSON fácil em Java com GSon !

Ola pessoal ! O formato JSON ( J ava S cript O bject N otation) vem se consagrando cada vez mais na comunicação de dados, principalmente nos dispositivos móveis devido a esse formato ser mais leve que o XML e também mais legível. Uma prova disso são as inúmeras bibliotecas que existem para manipular esse formato, e no caso do Android, o suporte ao JSON é nativo. Mas apesar de ter esse suporte nativo, algumas operações devem ser feitas manualmente e o código acaba ficando um pouco verboso e repetitivo, já que para cada objeto que se deseja transmitir é necessário fazer um método que lê as propriedades do JSON e faz as devidas atribuições no seu objeto Java. Vamos supor o seguinte objeto sendo transmitido em JSON: {   user: {     id: 123456,     name: "Neto Marin",     username: "netomarin",     email: "netomarin@globalcode.com.br"   } } Se você fosse tratar um Webservice que envia esse JSON para o seu aplicativo Android, além de criar a o

Top 4 desafios do gestor de TI e como superá-los

  O setor de TI se apresenta como uma área essencial ao desenvolvimento e expansão da empresa, em especial, aquelas que têm a criação de soluções tecnológicas como core business. O mercado dinâmico da atualidade, com mudanças constantes e concorrência elevada, exige aperfeiçoamento do gestor de TI para se destacar em suas atividades. Pensando em te ajudar nesse processo, separamos 4 desafios do gestor de TI e como superá-los. Acompanhe! Transformação digital na atualidade A transformação digital é constante e define os caminhos futuros da nossa sociedade. Por isso, o setor de TI vem se tornando mais estratégico em empresas de todos os segmentos. O home office é um bom exemplo de como a revolução digital está se processando. Vamos falar sobre ele e outros pontos nos tópicos a seguir. Confira! Desafios do gestor de TI Para se manter atualizado sobre o tema e permanecer competitivo no mercado, é  necessário acompanhar as tendências de TI . Confira, abaixo, alguns dos principais desafios d

Segurança da informação no alvo: o que esperar do futuro?

A segurança da informação não se trata apenas de proteger os dados contra acesso não autorizado. Na prática, refere-se aos recursos que impedem: uso; registro; inspeção; divulgação; interrupção; modificação; destruição de dados. O uso de dados pode abranger desde um perfil nas redes sociais a detalhes financeiros, biometrias ou novos projetos. Por isso, a preocupação com a proteção dos dados é crescente, tanto para empresas quanto clientes. Para muitas pessoas, a coleta de dados é considerada invasão de privacidade, criando desconfiança do titular dos dados, pois o uso dos dados pode ser facilmente corrompido, utilizado para fins não declarados. Apesar de o uso dos dados terem impulsionado os avanços tecnológicos na última década, as organizações lidam com o desafio de distinguir dados de informações pessoais de modo a proteger a privacidade e as preferências dos clientes. Neste artigo, abordaremos o impacto da segurança da informação e o que esperar do futuro. Confira casos conhecido