Pular para o conteúdo principal

Embraer: Arquitetura de Referência para Construção de Software

Não obstante a tecnologia Java fornecer amplo espectro de possibilidades que norteiem a implementação de um ambiente estável e produtivo para desenvolvimento de software, muitas empresas são surpreendidas em meio a situações difíceis no que tange a problemas com as aplicações concebidas.

Basicamente, os problemas estão relacionados à insuficiente investigação no potencial da tecnologia (Java, frameworks e ferramentas) que, somado aos apertados prazos de entrega, resultam em soluções imediatistas que em pouco tempo já apresentam as tão conhecidas 'dores de cabeça' pós-implantação.

Há muitos anos a Globalcode recebe inúmeros contatos de clientes, solicitando para os apoiarem na solução destes problemas. Assim, em 2007, disponibilizamos para o mercado corporativo um serviço destinado à análise, identificação e recomendações para validar ou corrigir práticas de programação e/ou uso inadequado da tecnologia. O serviço denomina-se "Análise e Diagnóstico de Ambiente de Desenvolvimento Java" e tem como objetivo analisar a questão sobre a trilogia formada por tecnologia, recursos humanos e metodologia; com o objetivo de otimização e obtenção de melhor qualidade, desde o requisito até o ambiente de produção, dez diferentes componentes são analisados, mapeados e estruturados em uma documentação clara, objetiva e pragmática, orientando sobre medidas (de curto, médio e longo prazo) a serem adotadas com base em um plano de ação (incluindo a transferência de conhecimento).

Logo após, derivou-se deste serviço outra linha de abordagem, direcionada para as corporações que tinham planos para implantarem a plataforma Java, mas não dispunham de bagagem técnica, prazo ou pessoal suficiente para empreender este desafio. E assim nasceu o produto 'Java Enterprise Treinamentoring' que inicia por uma análise do cenário de negócio atual e identificação de onde se pretende chegar com a nova arquitetura (aplicabilidade).

A partir daí, os consultores concebem a arquitetura de referência, documentam, desenvolvem um aplicativo de referência para exercitar a nova arquitetura e treinam a equipe responsável no cliente.

Desde então, empresas do ramos petrolífero, turístico, farmacêutico e serviços de internet têm sido beneficiados com a contratação desta modalidade exclusiva de consultoria, culminando atualmente com uma das maiores empresas aeroespaciais do mundo, a Embraer, que há mais de 40 anos vem contribuindo para integrar o mundo pela aviação.

Desde meados de março a Globalcode está trabalhando em um projeto de implantação da arquitetura de referência para o ambiente de desenvolvimento de software em Java, comandada por Marcio Monteiro (Arquiteto de soluções da Embraer) e Vinicius Senger, pela Globalcode. Neste projeto, destaca-se também a inclusão da metodologia ALM (application lifecycle management), para monitoração, controle e gestão do processo de construção de software.

Em todos os projetos anteriores com outros clientes, a equipe Globalcode apresentou propostas de arquiteturas, concebidas com base nos levantamentos realizados, o que já permitiu estabelecer um acervo de mais de doze modelos referenciais, incluindo aquele que já havia sido pré-definido pela equipe de tecnologia de TI da Embraer.

Esse acervo inclui combinações de diversas tecnologias padrão Java EE com frameworks e ferramentas open source de qualidade comprovada no mercado. Alguns exemplos de tecnologias utilizadas são:

* JSF e RichFaces (View)
* JPA e Hibernate (persistência)
* JMS, EJB e Spring
* Maven (construção de código)
* Nexus (gerenciamento de bibliotecas)
* Subversion (controle de versões)
* Hudson (integração contínua)
* RedMine (gerenciamento de projeto e rastreamento de bugs)

Waldir U. Hadad
Diretor Comercial
Globalcode

Comentários

Entre as tecnologias utilizadas, só discordo do Subversion. O Git realmente oferece muitas vantagens além do SVN, mesmo se a equipe não for distribuida.

Postagens mais visitadas deste blog

Saiba como programar para Arduino sem ter nenhum hardware disponível

O Arduino já é uma tecnologia muito difundida entre os amantes de tecnologia. É difícil encontrar um profissional da computação que não brincou um pouco com esta ferramenta de prototipagem ou, que gostaria de fazer isso. Porém, em alguns casos, o programador quer conhecer o arduino mas não dispõe de nenhum hardware, nem mesmo da placa. Como isso poderia ser resolvido? A primeira resposta seria aquela mais simples e direta: ir as compras. Isso pode ser feito em uma loja física ou pela internet. No meu caso, por exemplo, tive a felicidade de encontrar em um site (não me lembro qual) um kit arduino, com um conjunto de sensores e um DVD com 41 vídeo aulas. Mas digamos que o profissional não esteja passando por um bom momento financeiro, ou ainda, simplesmente não queira comprar o Arduino sem antes conhecê-lo um pouco melhor. Para a última situação também já existe uma resposta, e diga-se de passagem, uma excelente resposta. Trata-se do site 123D Circuits.io . Depois de criar seu u

Entendendo como funciona a programação de computadores: linguagens de programação, lógica, banco de dados

Nesse post, diferente dos últimos que foram mais enfáticos nas experiências com tecnologias, vou focar um pouco mais nos profissionais que estão começando, ou pretendem ingressar na área de desenvolvimento de software, falando sobre conceitos fundamentais relacionados a programação em geral . Mercado de trabalho para programação Conforme já sabemos, o mercado de desenvolvimento de software, especialmente no Brasil, continua em franca expansão, sendo que cada vez mais as empresas buscam desenvolver seus próprios sistemas usando as mais diferentes e novas tecnologias. Algumas matérias interessantes: As seis profissões mais valorizadas em 2010 no IDG Now! Muitas vagas e sensação de reaquecimento da economia Por isso, a área de desenvolvimento de software tem despertado interesse em muitos profissionais de outras áreas que desejam mudar de profissão, já que as oportunidades de trabalho tendem a ser maiores. Esse é um perfil presente em muitos dos clientes da Globalcode que acabou m

JSON fácil em Java com GSon !

Ola pessoal ! O formato JSON ( J ava S cript O bject N otation) vem se consagrando cada vez mais na comunicação de dados, principalmente nos dispositivos móveis devido a esse formato ser mais leve que o XML e também mais legível. Uma prova disso são as inúmeras bibliotecas que existem para manipular esse formato, e no caso do Android, o suporte ao JSON é nativo. Mas apesar de ter esse suporte nativo, algumas operações devem ser feitas manualmente e o código acaba ficando um pouco verboso e repetitivo, já que para cada objeto que se deseja transmitir é necessário fazer um método que lê as propriedades do JSON e faz as devidas atribuições no seu objeto Java. Vamos supor o seguinte objeto sendo transmitido em JSON: {   user: {     id: 123456,     name: "Neto Marin",     username: "netomarin",     email: "netomarin@globalcode.com.br"   } } Se você fosse tratar um Webservice que envia esse JSON para o seu aplicativo Android, além de criar a o